My dream is having all this map painted in red

Saturday, 12 December 2009

Palais de Chaillot

Palais de Chaillot - Visto a partir do topo da Torre Eiffel

 

A colina de Chaillot, com sua magnífica localização nas margens do Rio Sena, foi o local escolhido por Napoleão para erguer o maior e mais extraordinário palácio de Paris, que desejava oferecer ao seu filho, no entanto, no momento da sua queda, apenas alguns alicerces tinham sido concluídos.

 

Hoje o monumental Palais de Chaillot ocupa o local, com as suas duas enormes alas curvas. Do terraço frontal do palácio desfruta-se de uma vista esplêndida sobre o Sena, a Torre Eiffel e os jardins do Trocadéro.

 

O Palácio de Chaillot, com suas enormes alas em arco decoradas por colunatas que terminam em enormes pavilhões, foi desenhado em estilo Neoclássico para a Exposição de Paris em 1937 por Léon Azéma, Louis-Hippolyte Boileau e Jacques Carlu e ornamentado com esculturas e baixos-relevos. Nas paredes dos pavilhões há inscrições em ouro de versos do poeta e ansaísta Paul Valéry.

 

O parvis, ou praça, situado entre os dois pavilhões, exibe grandes esculturas em bronze e lagos ornamentais. No terraço em frente ao parvis ficam duas belas estátuas em bronze, Apolo, de Henri Bouchard, e Hércules, de Albert Pommier. Uma escadaria conduz do terraço até ao Théatre National de Chaillot, que ganhou fama após a II Guerra Mundial pelas suas produções vanguardistas.


COMO CHEGAR:

Estação de metrô: Trocadéro (linha 6 - verde).

Post a Comment