My dream is having all this map painted in red

Thursday, 18 March 2010

Cartão Postal :: Moscou - Rússia

Cartão Postal: Museu Pushkin de Belas Artes - Moscou - Rússia

 

Acabo de chegar em casa depois de mais um dia de trabalho e para alegrar o dia nada melhor do que abrir a caixa de correio e ter lá dentro um cartão-postal vindo diretamente de Moscou, uma das cidades que mais gostei de visitar.

 

Lembro-me como se fosse hoje da minha chegada ao aeroporto de Moscou, me senti perdido nos olhares desconfiados e inacessíveis dos transeuntes e nos caracteres impenetráveis do alfabeto cirílico. Mais tarde, ao passear pela cidade e ver as coloridas cúpulas da Catedral de São Basílio percebi que era todo o conjunto que conferia à Praça Vermelha a magia dos contos de fada. Ao visitar aquela praça vi-me no centro da história do mundo, reconhecia quase tudo o que me rodeava de filmes, novelas e livros e ainda assim o sentimento era de um espanto mágico, quase infantil.

 

Entretanto Moscou não é uma cidade fácil de digerir, precisa de paciência, porque nunca nos sentimos completamente bem-vindos e é imbuído neste sentimento de resignação e admiração por todas as belezas arquitetônicas da cidade que descobri dois lados opostos da Rússia, um país capaz de criar passos delicados de balé mas ao mesmo tempo construir destrutivas bombas atômicas.

 

Mas Moscou é assim e talvez esteja nesta dualidade a explicação da fascinação que ela exerce sobre seus visitantes, uma cidade que tenho que admitir, possuo um carinho especial, talvez porque eu tenha conhecido pessoas especias por lá, não sei dizer, uma cidade que embora fria no trato, é quente nas cores, enfim, um lugar que vai ficar para sempre na minha memória.

 

Rota: Moscou - Lisboa

Post a Comment