My dream is having all this map painted in red

Saturday, 9 February 2008

Eu gosto de aeroportos

Eu sei... Em tempo de caos aéreo no Brasil o que as pessoas menos querem é ter que amargar horas de espera em aeroportos esperando pelo vôo.
Tudo bem, eu também não gosto de longas demoras mas tenho que admitir que gosto de aeroportos, adoro aquela mistura de pessoas, e agora com as empresas low-cost os aeroportos são lugares mais democráticos, vê-se pessoas tão diferentes, negros, brancos, ruivos, jovens, velhos, homens, mulheres, crianças, cachorros, tipos normais, pessoas extravagantes, alguns tímidos, outros bem expressivos, asiáticos, africanos, americanos, latino americanos, europeus. Enfim, uma mistureba só, e isso me chama muito a atenção e sempre me fez gostar de aeroportos.
Mas sempre passei a maior parte do tempo em aeroportos esperando por um embarque e sempre que desembarco a primeira coisa que quero e ir ver logo o destino ou se estiver regrassando de uma viagem, chegar logo em casa. No entanto, hoje fui até o aeroporto para recepcionar um amigo do Couchsurfing que estava vindo para Lisboa e como o vôo dele estava atrasado tive a oportunidade de observar com mais atenção a área de desembarque de um aeroporto e fiquei surpreso.
Vê-se cenas lindíssimas nesta área do aeroporto, é incrível ver um garotinha correndo para ir abraçar o pai que regrassava de uma viagem, o garoto dando um beijo carinhoso no vovô e na vovó que acabaram de chegar, a rapariga que arrega os olhos e dá um beijo caliente no seu amado que retorna para os seus braços, o cachorro que juntamente do seu dono fica todo irriquieto ao ver a dona novamente.
Cenas como essas que vi hoje, parecem cenas de comercial de margarina, são lindas, mostram o amor entre as pessoas e me faz pensar que o bom de viajar, não é só a viagem, regressar também faz parte da magia, ver a família e os amigos novamente, abraçar e beijar quem você ama, contar as novidades e uma semana depois já querer cair na estrada novamente.
Essa á sina do viajante compulsivo, chegar e partir, pessoas que têm necessidade de dizer adeus as pessoas que ama para satisfazer uma ímpeto interno de conhecer o mundo, mas que sempre ficam emocionados ao regrassar, por mais que algum tempo depois o ímpeto fale mais forte novamente e só o mundo pode curar essa sensação.
Post a Comment