My dream is having all this map painted in red

Thursday, 16 July 2009

Matrioskas

Matrioska

 

Vendedor de Matrioskas na Rua Arbart in Moscou - Rússia

 

Não se pode ir a Rússia e ficar indiferente a este típico artigo do artesanato Russo.

 

Para quem não sabe, uma matrioska é um brinquedo tradicional da Rússia, constituída por uma série de bonecas, feitas de diversos materiais, ainda que o mais frequente seja a madeira, que são colocadas umas dentro das outras, da maior (exterior) até a menor (a única que não é oca). A palavra provém do diminutivo do nome próprio Matryona. O número de figuras que se conseguem encaixar é, geralmente de 6 ou 7, ainda que existam algumas com um número impressionante de peças. A sua forma é simples, mais ou menos cilíndrica e arredondada e mais estreita na parte superior, onde se situa a cabeça da boneca. Não têm mãos (a não ser as que são pintadas na sua superfície). O grau de sofisticação das matrioskas reside, de facto, na complexidade dos motivos pintados. Outra característica que diferencia as diversas peças são as figuras que encarnam, desde figuras femininas vestidas com trajes tradicionais campesinos, a personagens de contos de fadas, até aos antigos líderes da União Soviética.

 

Existe uma lenda que diz que um senhor que esculpia e vendia bonecas uma vez fez uma boneca tão bonita que não quis vendê-la, levou para a sua casa e colocou no seu criado mudo e deu o nome a ela de Matrioska. Todas as noites antes de dormir, perguntava a Matrioska se estava feliz. Até que em certa noite Matrioska pediu um bebê. Então o senhor esculpiu uma boneca menor chamada Trioska, serrou a Matrioska e colocou o bebê dentro dela. Mas logo na noite seguinte, a Trioska também pediu um bebê. E lá se foi o senhor e fez uma boneca e colocou dentro da Trioska, desta vez a bebê se chamava Oska. Assim seguindo o caminho das outras, na noites seguinte Oska pediu um bebê e lá se foi novamente o senhor fazer mais um bebê. Só que desta vez pensando que isso não iria acabar mais, o senhor fez o bebê e desenhou rapidamente um bigode nele e o chamou de Ka, garantindo que seria homem e não iria pedir um bebê novamente.

 

Desse modo se forem a Rússia não deixem de comprar uma matrioska para dar de presente ao retornar de sua viagem. Eu comprei uma muito bonita para a minha mãe, espero que ela goste.

Post a Comment