My dream is having all this map painted in red

Wednesday, 25 August 2010

Húngaro: Entenda, se puder

73543

Os húngaros falam apenas húngaro e ponto. E não é fácil de entender. Se estiver sozinho, para se comunicar você precisará saber pelo menos rudimentos de inglês e procurar pelos mais jovens, que geralmente já sabem algumas palavras, aprendidas na escola. Falar alemão, ajuda um pouco. E russo, pode ajudar principalmente com os mais velhos mas pelo que percebi muitos preferem nem mesmo praticar este idioma, talvez seja como mexer num baú com más recordações.

Férfiak ou Nök? Se você estivesse em Budapeste e quisesse ir ao banheiro/casa de banho, em qual dessas duas portas entraria? Entender a língua local é a maior dificuldade de quem viaja para a Hungria. O húngaro só perde em dificuldade para o árabe e o japonês. Trata-se de um primo distante do finlandês (que ninguém sabe como foi parar ali), cheio de acentos e vogais, onde o c tem som de ts, o j de y e assim por diante. Nem os tchecos entendem. Em húngaro, cerveja é sör, obrigado é köszonöm, vinho branco, fehérbor e até um simples alô vira um palavrão do tipo jó napot kívánok.

Para complicar, os húngaros invertem seus nomes, começando pelo sobrenome, e chamam o próprio país de Magyarország, ou terra dos magiares, como, aliás, eles próprios se intitulam. No meio de tamanha confusão, o melhor é decorar apenas o básico. Como férfiak, que quer dizer homens, e nök, mulheres.

A propósito: em qual porta você teria entrado?
Post a Comment