My dream is having all this map painted in red

Monday, 12 November 2007

Lousã




Passei o último fim de semana (10/11/2007 e 11/11/2007) na pequena cidade de Lousã. Essa cidade foi escolhida para um encontro nacional de Couchsurfers em Portugal, um fim de semana de convivência entre os membros, possibilitando que os mesmos se conheçam melhor e para nos divertimos um pouco. Foi muito bom, as pessoas que participaram foram excelentes, haviam pessoas de diferentes países como Portugal (claro), Brasil, Espanha, Países Baixos e Austria. Esses encontros são ótimas oportunidades para se fazer novas amizades e conhecer um pouco da cultura de pessoas que vivem em lugares tão distintos. Além do mais pude rever algumas pessoas que havia conhecido na cidade do Porto na última vez que estive por lá.



Ficamos na Pousada da Juventude de Lousã. Um pousada nova, recém construída, limpa e de muito bom gosto. Sempre reparo nestes lugares pois um dos meus sonhos seria daqui alguns anos (alguns bons anos) montar uma pousada ou hostel no Brasil, no litoral do nordeste ou mesmo em São Paulo. Adoro estar em contato com pessoas de diferentes partes do mundo e esta pousada seria um ótimo negócio para mim, seria uma maneira de viver em férias os 365 dias do ano. Nada mal, não???




Mas voltando ao encontro, no sábado visitamos o castelo de Lousã, estima-se que este castelo foi edificado por volta de 1080, na época de Fernando Magno, que dominava esta região, depois de a ter reconquistado dos árabes, que voltariam a conquista-la em 1124, para voltar a ser reconsquistada por Teresa de Leão e passar para o domínio português, com a independência do Condado Portucalense.
O castelo foi classificado como Monumento Nacional e desde então vem sendo alvo de obras de conservação do edificio e da paisagem florestal que o rodeia, ele possui dimensões pequenas, as muralhas estão construídas em alvenaria de xisto e sua torre sobressai entre a vegetação da Serra de Lousã.
Ainda no sábado fomos ao festival gastronomico "Sabores de Outono" que estava acontecendo na cidade. O mel e a castanha eram os principais motivos do festival, com diversos restaurantes oferecendo pratos que tinham a castanha como ingrediente, pude ver também algumas apresentações de dança do folclore português que foram bastante interessantes.
Experimentei também uma deliciosa bebida chamada jurupiga, produzida com a perfeita combinação de vinhos suaves e aromáticos com agua-ardente.



No domingo fizemos uma caminhada de umas 5 horas pela serra de Lousã, foi muito cansativo, fiquei com bolhas nos pés de tanto andar, mas também foi muito prazeroso, pessoas legais reunidas, andando pela mata, conversando, trocando experiências de viagem, contando piadas, pelo caminho a cada parada para recuperar o fôlego tomavamos alguns goles de vinho do porto, riamos e criavamos novas amizades, novos laços que somente através de um projeto tão interessante como o Couchsurfing seria possível.
Em certos momentos ficamos perdidos na Serra de Lousã e já estavamos fazendo piada sobre quem seria sacrificado para o bem do grupo, pois estavamos todos famintos quase a ponto do canibalismo.





Depois de um boa caminhada pela serra chegamos a uma das Aldeias de Xisto conhecida por Talasnal. Uma vila fantástica, perdida no meio da serra, com casinhas de pedras, situadas nas encostas da serra que pareciam apenas existir, mas não, pessoas as habitavam, em regra com rostos de avós, que partilhavam toda a sabedoria e hospitalidade com o visitantes que ali se atreviam a chegar.
Ao fim da caminhada, todos estavam cansados, famintos e fomos a um dos restaurantes do centro da cidade para comer algo, neste ponto já era o término do fim de semana, tinhamos que voltar para nossas casas, mas não havia tristeza pois o saldo era positivo, um fim de semana aproveitado ao extremo, novas amizades e lembranças que ficarão para sempre.
E assim foi o fim de semana em Lousã...



Post a Comment