My dream is having all this map painted in red

Saturday, 14 March 2009

Chá de Menta

 

Conhecido há 3000 anos na China, o chá-verde, chegou ao Marrocos em 1854. Foi introduzido pelos Britânicos e desde então se tornou popular em todos os lares do Marrocos. Por todo o país, das sofisticadas casas nas grandes cidades à simples tenda nómade, o chá de menta tornou-se a bebida nacional do Marrocos. Sim, a bebida nacional do Marrocos não é nenhuma cerveja ou vinho mas sim o chá, devido a religião o consumo de alcool é totalmente reprovado, é quase impossível encontrar bebidas alcoólicas em cafés e restaurantes, simplesmente não há, este tipo de bebidas só é encontrado em supermercados e seu consumo não deve ser feito em público no Marrocos, mesmo que você esteja no seu hotel e queira tomar uma cervejinha que tenha comprado no supermercado, você o deve fazer no seu quarto. O consumo de alcool é totalmente reprovado no Marrocos e pessoas bêbadas são totalmente mal vistas.

 

O chá de menta é feito de doses variáveis de açúcar e hortelã e é símbolo de hospitalidade, sendo ofensivo recusá-lo. Caso você visite o Marrocos será inevitável prová-lo, ele lhe será oferecido em qualquer loja por onde passar, qualquer casa marroquina ou qualquer restaurante onde almoçar ou jantar.

 

A cerimônia do chá é quase sempre realizada perante convidados e segundo regras imutáveis. O chá de menta é sempre servido em pequenos copos, as folhas de chá são lavadas no bule escaldado para retirar o amargo excessivo. Folhas de hortelã inteiras, caules incluídos, são então acrescentadas com grandes quantidades de açúcar que impedem as folhas de subir à superfície. Depois de se deixar infundir alguns minutos é derramado um pouco de chá num copo, que volta a ser vertido no bule. Isto repete-se várias vezes. Por fim, o anfitrião prova o chá, que não será servido aos convidados até estar perfeito.

 

 

Post a Comment