My dream is having all this map painted in red

Sunday, 30 May 2010

Aeroporto da Madeira

Aeroporto da Ilha da Madeira


Pousar no aeroporto da Ilha da Madeira é sempre uma experiência única. Mas o friozinho na barriga que se sente sempre que se pousa neste aeroporto não deve ser motivo para deixar de visitar este belo arquipélago.



Este aeroporto foi inaugurado em 1964 com uma pista de 1600 metros de extensão. O arquipélago da Madeira ganhou assim novas ligações ao continente já que até então as viagens se faziam de barco.



Em 1972, dada a incapacidade da pequena pista em receber aviões capazes de dar vazão ao fluxo de turistas que procuravam a Ilha da Madeira começou a ser pensada uma ampliação para que fosse possível receber voos intercontinentais. Um projeto do engenheiro Edgar Cardoso foi então apresentado e, no ano seguinte, foi inaugurado um novo terminal, capaz de receber 500 mil passageiros por ano. Entre 1982 e 1986 a pista foi aumentada para 1800 metros, assim como se procedeu à ampliação da plataforma de estacionamento de aviões.



Entretanto, o engenheiro António Segadães Tavares adaptou os estudos de Edgar Cardoso e planeou uma nova ampliação da pista. Assim, em 15 de Setembro de 2000 teve lugar a inauguração da extensão da pista para 2781 metros. Esta construída parcialmente sobre o mar, ficando assente em 180 pilares.



Hoje em dia, este aeroporto encontra-se qualificado para receber aviões Boeing 747 assim como quase qualquer tipo de aviação civil, sendo a principal rota de entrada de turistas na região.



O que o torna diferente dos outros aeroportos:

As suas pistas são consideradas uma das mais difíceis e perigosas para aproximações e aterrisagens do mundo, devido a alta turbulência sentida quando o vento é superior a 15 nós.



A primeira dificuldade é que antes de pousar, o piloto deve seguir em direção a ilha como se fosse se chocar contra ela e minutos antes de aterrissar fazer uma curva a direita para enfim pousar neste aeroporto.



Na aproximação à pista, ventos descendentes e ascendentes durante a aterrisagem são sempre esperados assim como rajadas de vento laterais. Outra dificuldade sentida pelos pilotos, é o uplift (força ascendente) quando a aeronave sobrevoa a pista, dando a sensação que o avião “não quer” pousar. Devido às dificuldades técnicas apresentadas aos pilotos, é necessário uma licença especial para operações neste aeroporto.



No seu próximo pouso no aeroporto da Madeira não deixe de bater palmas após a aterrisagem, apesar de ser uma prática um pouco provinciana as suas palmas vão fazer todo o sentido neste que é um dos aeroportos mais complicados do mundo. O piloto agradecerá o seu reconhecimento. =)



Decolagem do Aeroporto da Madeira
Post a Comment