My dream is having all this map painted in red

Wednesday, 23 January 2013

Copenhague – A cidade mais feliz do mundo

Copenhague - Dinamarca

Copenhague (Copenhaga em português europeu), a capital do país mais feliz do mundo, é também a que está mais à frente de todas, e quem diria, as bicicletas têm muito a ver com isso. Até pouco tempo a bicicleta parecia condenada a ser um produto para crianças e para o lazer dos adultos. Mas eis que, em uma reviravolta espetacular, a humilde bicicleta acabou se tornando um objecto do futuro, um futuro mais ecológico.

Copenhague - Dinamarca

Copenhague é uma cidade cara, mas apesar disso para mim foi amor a primeira vista. Conheci-a alguns meses atrás, estava ansioso por saber mais desta cidade depois de ler que a Dinamarca era o país mais feliz do mundo segundo estudos que combinam dados concretos.

Copenhague - Dinamarca

Não foi difícil descobrir os motivos da alegria dinamarquesa. O país, como todas as nações escandinavas, tem um sistema de capitalismo em que o bem-estar comum é prioridade. Para os cidadãos, altos impostos são considerados o preço justo para a existência de uma sociedade harmoniosa. Em um mundo em que os ricos e as corporações criaram fórmulas legais para não pagar taxas, nos países da região a declaração de renda das autoridades está, por lei, exposta na internet.

Copenhague - Dinamarca

Nesta minha visita queria me sentir como um copenhaguense, decidi que o melhor era fazer como eles e andar pela cidade de bicicleta. As ruas são planas, e sobra espaço para os ciclistas. Ultrapassagens são seguras, você não precisa invadir a área dos carros. Sou um ciclista irritantemente lento e, por isso, fui dezenas de vezes ultrapassado. Um leve toque de campainha e eu sabia que vinha alguém. Minha morosidade patética jamais foi objeto de caretas ou xingamentos. A amabilidade faz parte da cultura local. Fui deixado para trás por jovens, crianças, mulheres e velhos, por gente vestida de maneira bastante alternativa e por executivos com paletó e maleta.

Copenhague - Dinamarca

Copenhague é hoje um lugar visitado por autoridades de muitos países interessados num futuro ecologicamente correto. É visível o orgulho com que os nativos se referem à sua terra como a “capital mundial” dos ciclistas. Tudo é facilitado para eles. Os faróis abrem antes para eles.

Copenhague - Dinamarca

Não foi por sorte que tudo isso aconteceu. A capital danesa era, nos anos 1960 e 1970, igual a todas as outras metrópoles, tinha congestionamento, barulho de buzinas, ar poluído. Mas a crise do petróleo de 1973 surtiu em Copenhague um efeito colateral imensamente positivo. Manter um carro foi ficando mais e mais complicado. A cidade então redescobriu a bicicleta e nunca mais a largou. Hoje há até uma autoridade municipal, o nome do cargo é “embaixador das bicicletas” a comandar uma equipe que zela pela segurança dos ciclistas. Um acidente em algum ponto da cidade é o bastante para que se investigue se foi casualidade ou se há risco para os ciclistas no local.

Copenhague - Dinamarca

Mesmo no inverno, que é cruel por lá, os copenhaguenses pedalam como se estivessem no Leblon. Isso não quer dizer que você deve descartar Copenhague fora do verão. Com ou sem bicicleta, é uma cidade que apaixona.

Copenhague - Dinamarca

Durante a minha visita tive a oportunidade de conhecer um vendedor de pizzas que durante a manhã treinava a equipe de handebol de uma escola pública em que suas duas filhas estudavam. Ele era tratado com o mesmo respeito dedicado a um médico ou a um advogado ou engenheiro.

Copenhague - Dinamarca

Na Escandinávia vigora a Janteloven (As leis de Jante). Jante é o nome de uma cidade fictícia criada pelo escritor Aksel Sandemose, que teve formidável influência sobre os escandinavos. Entre as “leis de Jante”, a mais importante era a que estabelecia que, a despeito de diferenças de patrimônio, escolaridade, etc., ninguém é melhor do que ninguém. Uma aqui realizada utopia igualitária e próspera em uma humanidade caótica, predadora, socialmente injusta nos limites do paroxismo. Por isso, Copenhague, a maravilhosa capital do país mais feliz do mundo será para mim sempre parada obrigatória em qualquer estação, sob quaisquer circunstâncias, de bicicleta ou não.

Copenhague - Dinamarca
Post a Comment